News
Loading...

Festival Montanha encerra terceira edição


A força da natureza é rica em arte, prova o festival Montanha

Arte e aventura em Janeiro através do Montanha Pico Festival foi o resultado de 15 eventos e 8 exposições, levando centenas de pessoas a espaços públicos e privados, no primeiro mês do ano.

"Já não se pode dizer que Janeiro é o mês mais calmo do ano, pelo menos na ilha do Pico," explica Terry Costa, o diretor artístico da MiratecArts, organização produtora do festival. Desde a Câmara Municipal da Madalena ao Museu dos Baleeiros nas Lajes do Pico, Casa da Montanha e a Atlântico Teahouse, o festival movimentou centenas de residentes e visitantes durante o mês de Janeiro. "Tivemos visitas de ilhas vizinhas e do continente, que vieram ao Pico de propósito para desfrutar da programação e participarem nas aventuras artísticas," avança Costa, "isso é muito importante e mostra que quando se faz, pode levar algum tempo, mas as pessoas aparecem, e com programação cultural artística conseguimos desenvolver economicamente a nossa ilha."

Através de programas de temática montanha, a acontecer na montanha mais alta de Portugal, na ilha do Pico, a MiratecArts prova que a maior riqueza está em abraçar a natureza e o que se consegue concretizar quando a elevamos e não a destruímos. "Todos os eventos falaram, de alguma forma, sobre a cultura montanhosa, desde ao Pico aos picos mais altos do planeta, através de filmes, de livros, de conversas com artistas cujo trabalho é dedicado às montanhas. Janeiro é um mês de aprendizagem e entretenimento só com montanha" explica o diretor artístico. 

Os talentos apresentados, que estiveram presentes no Pico, representaram várias ilhas dos Açores, mas também do continente e até da Polónia. 

Além dos espaços públicos geridos pelo município da Madalena, Museu do Pico e Parque Natural do Pico, a empresa Atlântico Teahouse também se juntou ao festival sendo a anfitriã de encontros e da exposição "Bremim + Flora da Montanha" de Nuno Gonçalves, que fica patente na casa de chá por mais um mês. "O trabalho do jovem Nuno Gonçalves sobre a flora da montanha é muito importante para percebermos as riquezas que nos rodeiam, neste nosso jardim." 

O festival é conseguido com o apoio da Direção Regional do Ambiente, que já anunciou que continuará a trabalhar com MiratecArts neste projeto anual. "Só podemos fazer o que se faz com o apoio dos nossos parceiros, abraçando entidades públicas, assim como empresas privadas, que desejam melhorar a vida quotidiana dos cidadãos, promover a cidadania, e oferecer mais aos visitantes" conclui Terry Costa. "A força está na união e em mostrar o que se pode fazer nas nossas ilhas." 


O Montanha Pico Festival encerra hoje, 31 de Janeiro, com a apresentação do filme Longe dos Homens, baseado no conto do Nobel Albert Camus, e no papel principal o ator nomeado a Melhor Óscar 2017, Viggo Mortensen. www.picofestival.com



Foto de Nelson Silva (Faial), vencedora do Concurso de Fotografia Montanha 2017


Share on Google Plus

About Rui Medeiros

Aqui no Azores Festivals, você poderá encontrar todas as novidades e informações que decorrem nas ilhas dos Açores, como festas, festivais de música, Teatro, Exposições, Arte etc. Se por acaso gostar de alguma tema que não esteja mencionado neste blog, nós teremos todo o prazer de o divulgar aqui! Para isto basta que entre em contato connosco através do nosso email: rmcdm@msn.com, ou da nossa página de contato.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Enviar um comentário